segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Confraternização Estaca

Confraternização da Sociedade de Socorro da Estaca

Lembrancinha
Marcador de página em ponto cruz





Meninas, obrigada por toda dedicação e carinho!


Video que foi passado na atividade
Simples assim, pequenos gestos podem mudar o mundo!

Atividade de Fim de Ano da Ala






 


Resultado da dedicação de alguns irmãos
Lindo e delicioso!
Parabéns!!


Apresentação de corais

Missionários


Primária


Moças


A hora tão esperada pelas crianças
  




Nossas atividades de 2012

domingo, 9 de dezembro de 2012

Uma PRECE de Natal Atendida - Inspirado numa história verídica

" E também o Senhor se lembrará das orações dos justos que lhe foram dirigidas em favor deles" (Mórmon 5:21).

Patrícia acordou na manhã de Natal. Estava ansiosa para ganhar um brinquedo novo e divertido e saborear os deliciosos pratos de Natal. Mas ao olhar a sua volta, soube que aquele ano seria diferente. Embora seu pai tivesse trabalhado bastante, o dinheiro estava escasso na família.
Não havia nem um sinal de banquete de Natal. As tigelas de verduras estavam vazias e não havia comida na geladeira.
Patrícia e o irmão, Mario, caminharam até a porta do quarto dos pais e viram-nos ajoelhados ao lado da cama. Escutaram em silêncio o pai e a mãe orar ao Pai Celestial, para que ajudasse a família a ter o que comer.
"Vamos", disse Patrícia a Mário.
"Vamos lá fora."
Patrícia e Mário saíram e recolheram algumas samambaias selvagens que cresciam perto do jardim. Talvez não ganhassem brinquedos naquele ano, mas ainda assim dariam à casa um toque natalino.
Sentiram-se melhor depois de decorar a casa com samambaias verdes, mas ainda não havia nem sinal de comida. Passara a hora do desjejum, e a hora do almoço se aproximava. Patrícia sentia o estômago roncar de fome. Não fazia ideia de como a família ia conseguir comida.
O relógio marcou 12 horas, depois 12h30, depois 12h45. Ainda assim, nada. Foi então que Patrícia ouviu uma batida na porta.
Correu para abrir e ficou chocada ao ver a família Kirk. Tinham em mãos presunto, pão, frango, saladas e doces. Patrícia mal acreditava no que via.
"Estavamos prestes a nos sentar para iniciar nosso almoço de Natal quando pensamos em vocês", disse o irmão Kirk. "Esperamos que vocês gostem."
O pai apertou a mão do irmão Kirk, e a mãe começou a pôr a comida na mesa da cozinha. Patrícia ainda estava surpresa. Arregalou os olhos para a mãe e o pai, mas parecia que eles já esperavam por isso.
Patrícia sabia que a sensação que tivera de manhã estava certa. Aquele Natal seria diferente mesmo. Foi o Natal em que ela aprendeu que o Pai Celestial ouve as orações e responde a elas. E esse foi o melhor presente que ela poderia ter recebido.

A Liahona - Dezembro 2012

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Pela Fé Todas as Coisas São Cumpridas/ A Liahona Nov-2012

O Apóstolo Pedro olhou para o Senhor na noite tempestuosa e andou sobre as águas- até que desviou o olhar e "sentindo o vento forte, teve medo"- então afundou no mar revolto.
Ele poderia ter continuado a andar se não tivesse sentido medo! Em vez de nos concentrar no vento forte, nas ondas tempestuosas de nossa vida e temer as coisas, o Senhor nos convida, dizendo: "Buscai-me em cada pensamento; não duvideis, não temais".